Pernambuco quer passaporte de vacinação com tecnologia blockchain

O Governo do Estado de Pernambuco anunciou que pretende construir um sistema com a tecnologia blockchain em um passaporte de vacinação contra Covid-19.

O programa foi anunciado nesta segunda-feira (23) e se chama “Selo Passe Seguro PE”. A intenção é criar uma base de dados acessível para pessoas que podem registrar dados da Covid-19 com segurança no ambiente.

Startup lança carteira digital de vacinas para facilitar volta ao presencial

A vacinação de COVID da população brasileira já é um processo digital, pois cada pessoa tem acesso à sua versão em pixels da carteirinha de papel com o app Conecte SUS. Mas a White Tents, uma startup de São Paulo, desenvolveu nesta segunda-feira (23) o app Imune, uma carteira digital mais ampla, que reúne dados de vacinação de uma quantidade maior de pessoas, como famílias e equipes de empresas.

A plataforma está sendo testada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, em suas campanhas de vacinação internas e para terceiros. O objetivo da startup é captar 3 milhões de usuários e 1 mil empresas até o final de 2022.

Inscrições abertas para 1ª Jornada da LGPD na Saúde do Laboratório Bridge (UFSC)

A proteção de dados na saúde e os cuidados necessários em organizações da área é tema da 1ª Jornada da LGPD na Saúde, promovida pelo Laboratório Bridge (Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC) nos dias 19 e 26 de agosto. A intenção do evento é promover um espaço de discussão aberto a todas as pessoas interessadas no tema. O evento é online e gratuito, nos dias 19 e 26 de agosto, às 18 horas, por meio da plataforma Zoom.

Bancos criam regras para aumentar proteção de superendividados e idosos

[ExameInvest]

Clientes considerados vulneráveis, seja em razão da idade, renda ou nível de endividamento, terão a partir de agora um tratamento mais cuidadoso por parte dos bancos. É o que prevê normativo da federação nacional dos bancos (Febraban), que orienta sobre a oferta de produtos e serviços mais adequados às necessidades e aos interesses desses consumidores.

As novas regras valem para as instituições financeiras que são aderentes à autorregulação da Febraban.

LGPD aplicada aos setores da saúde será tema de webinário

29/07 (quinta-feira) | 17h | youtube.com/tvoabrs | Inscrições

Sob a organização da Comissão Especial de Proteção de Dados e Privacidade da OAB/RS (CEPDP) e da Comissão Especial da Saúde da OAB/RS (CES), na próxima quinta-feira (29), às 17h, será realizado o webinário “LGPD e o setor de saúde”. O encontro tem como principal objetivo a exposição de aspectos práticos e relevantes à advocacia no que se refere à regulamentação prevista na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e as adequações necessárias no contexto da área da saúde. A transmissão do evento ocorrerá pela plataforma Zoom e pelo canal da OAB/RS no Youtube.

Nova falha da Saúde expõe dados de mais de 200 milhões de brasileiros

Uma nova falha de segurança no sistema de notificações de covid-19 do Ministério da Saúde deixou expostos na internet, por pelo menos seis meses, dados pessoais de mais de 200 milhões de brasileiros.

Não foram apenas pacientes com diagnóstico de Covid-19 que tiveram sua privacidade violada, como ocorreu em outro caso de exposição denunciado pelo Estadão na semana passada. Desta vez, ficaram abertas para consulta as informações pessoais de qualquer brasileiro cadastrado no SUS ou beneficiário de um plano de saúde.

Rede D’Or prioriza adequação à LGPD

Com mais de 50 hospitais e 40 clínicas oncológicas, o grupo contratou ferramentas para realizar o mapeamento e fluxos de dados pessoais, gerenciamento do consentimento de pacientes, atendimento aos titulares, gestão de cookies e políticas em todos os portais do grupo junto à Privacy Tools, uma PrivacyTech brasileira.

Continue lendo…

Unidades de saúde devem resguardar identidade de vítimas fatais da Covid-19

A força-tarefa do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) que acompanha as ações de combate ao novo coronavírus recomendou à Secretaria de Saúde (SES) que expeça ato normativo para proibir as unidades de saúde de divulgar aos veículos de comunicação os dados pessoais das vítimas fatais da Covid-19. Após a orientação, o governo local informou que não fornecerá dados pessoais como nome, filiação, endereço, profissão ou qualquer outro que permita a identificação de seus titulares à imprensa.


Leia aqui a íntegra da recomendação.

Exclusivo: Falha de segurança em app expõe dados de clientes da Drogaria São Paulo

Via Revista Fórum – Cleber Lourenço |

Integrantes do grupo hacker Dark Army identificados como “n1n3ty” e “K4MIK4Z”, informaram com exclusividade para esta coluna, que uma falha na segurança dos aplicativos da empresa do grupo DPSP – que é dono da Drogaria São Paulo -, expõe dados de usuários para terceiros há pelo menos um ano.

Continue lendo…