[Educação] Proposta quer estabelecer diretrizes para tratamento de dados pessoais nas ferramentas de ensino à distância

Via Semanário InternetLab

No dia 23.09.2020, o deputado Danilo Cabral (PSB/PE) apresentou na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei nº 4695/2020, que altera a Lei 9.394/2020, para estabelecer diretrizes para o tratamento de dados pessoais em plataformas tecnológicas de ensino à distância. O projeto acrescenta na lei que estabelece diretrizes e bases da educação nacional um dispositivo prevendo que plataformas de ensino à distância deverão observar os requisitos de tratamento de dados pessoais da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O texto determina ainda que as plataformas de ensino à distância devem garantir, sempre que possível, o uso da tecnologia sem o fornecimento e compartilhamento de dados pessoais e a não coleta e disponibilização de dados sensíveis. Além disso, as plataformas também devem garantir que a coleta de dados de pais, alunos e profissionais da educação só será feita mediante consentimento e que os dados serão armazenados em território nacional, só podendo ser usado para treinamento de sistemas de inteligência artificial mediante expresso consentimento do titular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *