[Reino Unido] Investigação não encontra ilegalidades da Cambridge Analytica em campanhas políticas

via Semanário InternetLab

No dia 06.10.2020, Elizabeth Denham, chede da autoridade britânica de proteção de dados, divulgou a conclusão da investigação da ICO (Information Commissioner’s Office) sobre o uso de dados pessoais em campanhas políticas. Em 28.10.2018, a agência havia multado o Facebook em 500 mil libras por vazamentos de dados ligados à Cambridge Analytica. Desde então investigações vinham sendo conduzidas pelo órgão para identificar ilegalidades na atuação da empresa de consultoria. Em carta enviada pela autoridade ao Parlamento Inglês, Denham afirma que foram analisados 42 laptops e computadores, 700 TB de dados, 31 servidores, mais de 300.000 documentos e uma ampla gama de materiais físicos e armazenados na nuvem. No entanto, após três anos de investigação, não foram encontradas evidências de ilegalidades. A investigação também concluiu que os dados não foram utilizados para influenciar o resultado do Referendo do Brexit. Segundo Denham, a “investigação foi concluída, mas nosso trabalho nesta área não termina aqui”. A Comissária informou que em breve publicará um relatório das auditorias realizadas pelo ICO aos partidos políticos, bem como fará atualizações nas orientações sobre campanhas políticas ainda esse ano.